Cel/Whats: (66) 9 9658-1533

E-mail: redacao@elnews.jor.br | facebook.com/elnews



Anuncio

Clima | Tempo

Jornal Impresso


Suspeito de matar por ponto de venda de doces é preso

28/11/2018

Preso último suspeito de matar vendedor por disputa de ponto de vendas de doces

último envolvido no homicídio ocorrido no município de General Carneiro, motivado por disputa de ponto de venda de doces, foi preso na terça (27), no estado de Goiás, em cumprimento de mandado de prisão temporária. A ação integrada foi realizada pelos policiais civis da Delegacia de Polícia de General Carneiro, com apoio da Delegacia Regional de Barra do Garças e Polícia Civil da cidade de Anápolis (GO).

Apontado como um dos autores, Rogério Francisco Gomes, 29, teve a ordem judicial de prisão temporária decretada pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Barra do Garças, por homicídio qualificado. A prisão de Rogério é resultado do trabalho integrado desenvolvido pelo Núcleo de Inteligência (NI) da Regional de Barra do Garças, com a Inteligência da Polícia Civil de Anápolis.

O bárbaro crime aconteceu no dia 26 de julho de 2018, ocasião em que o vendedor de doces Oziel de Souza Santos foi cruelmente assassinado. Os autores foram até a casa da vítima, onde um deles foi recebido pelo filho de Oziel, e pediu para chamar o pai. Logo que Oziel se aproximou do portão foi baleado. A vítima tentou fugir correndo para o centro de General Carneiro, mas foi perseguida pelos suspeitos que estavam em um veículo e ainda foi atropelada pelo automóvel. Na sequência, os criminosos desceram do carro e passaram a agredir Oziel, efetuando outros disparos na vítima que teve uma faca cravada no rosto.

Após o homicídio, policiais civis e militares conseguiram efetuar a prisão de três suspeitos: Wesley Ferreira de Paula, 35, Cleiton da Silva Tomaz, 33, e Rodrigo Nogueira Barroso, 41, os quais foram autuados em flagrante delito. Porém, no decorrer das investigações foi descoberto que Rogério Francisco Gomes residia em Anápolis (GO) e vendia doces nas proximidades da Rodovia BR-070, junto com os outros três presos que eram seus funcionários. A vítima também comercializava doces na região e estava atrapalhando a venda do grupo de Rogério, razão pela qual os envolvidos resolveram matar Oziel de Souza Santos.

Com base nos indícios, Rogério Francisco Gomes teve o mandado de prisão temporária decretado. Depois de preso em Anápolis (GO), o suspeito foi interrogado e assumiu o crime detalhando como os fatos aconteceram. De acordo com o delegado Wilyney Santana Borges Leal, o inquérito deverá ser concluído em 30 dias por se tratar de prisão temporária. “A prisão de todos os envolvidos e o esclarecimento do crime demonstra a dedicação e empenho dos policiais civis que participaram da investigação, dando uma resposta para a sociedade de General Carneiro”, destacou Wilyney Santana Borges Leal.

O preso foi recambiado para Barra do Garças e será apresentado para audiência de custódia. Posteriormente ficará na Cadeia Pública local.

Anuncio

Grupo de notícia Cidade



Video publicitário

VIDEOS