Cel/Whats: (66) 9 9658-1533

E-mail: redacao@elnews.jor.br | facebook.com/elnews



Anuncio

Clima | Tempo

Jornal Impresso


Prefeitura de Primavera do Leste promove Setembro Amarelo para prevenção ao suicídio

11/09/2021

No Brasil, uma pessoa morre por suicídio a cada 45 minutos. Liberação de endorfina pode ajudar pacientes a recuperarem a autoestima

Ajudar as famílias e pessoas próximas a identificarem os sinais dos transtornos mentais que estão por trás do suicídio, é um dos principais objetivos do "Setembro Amarelo", mês dedicado à prevenção ao suicídio que é responsável por uma morte a cada 45 minutos. Entre as diversas situações que podem indicar a intenção de atentar contra a própria vida, a mais evidente é o desequilíbrio. Alterações de comportamento caracterizado pela compulsividade alimentar, aumento da irritação, excesso de sono ou insônia e uso de drogas como refúgio podem apontar a vulnerável ao suicídio. Especialistas afirmam que falar sobre as aflições e angústias é a melhor saída para se prevenir de doenças que podem levar ao fim trágico.

Todos os dias, 32 pessoas dão fim a própria vida, no Brasil, conforme levantamento realizado pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), que realiza trabalho pioneiro na área de prevenção ao suicídio desde 1962, De acordo com o psiquiatra Lawrence Assis, entender que o suicídio está ligado à transtornos mentais como depressão e bipolaridade é necessário para combater as mortes motivadas pelo distúrbio. "A mente suicida está associada à predisposição genética, mas não é só isso. Quando o paciente desenvolve doenças psiquiátricas, ele também pode ser levado ao mais elevado grau das consequências que esses problemas trazem, e o mais assustador é o suicídio. Esse impulso também pode ser estimulado pelo consumo de drogas e bebida alcoólica", explica o médico que ainda afirma que família tem um papel muito importante para ajudar no tratamento precoce.

O dia 10 de setembro é considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. Para se libertar dos transtornos que podem levar alguém a tirar a própria vida, a melhor saída é falar sobre os problemas que afetam a autoestima, autoconfiança e, por muitas vezes, tira o encanto pela vida. Na Rede Secretaria Municipal de Saúde de Primavera do Leste, o paciente encontro profissionais preparados para ouvir e orientar quem precisa de ajuda. Os atendimentos são oferecidos através do Centro de Apoio Psicossocial (CAPS) e Núcleo de Saúde Mental que dispõem de médicos especialistas, além de psicologos, assistente social e enfermeiro.

Segundo a secretária de saúde, Laura Kelly, para ter acesso ao atendimento especializado da saúde mental, basta ao paciente ir até a unidade básica de saúde mais próxima e, após passar por uma triagem, o paciente passa a ter acompanhamento e encaminhado para o atendimento adequado. "Numa situação de depressão ou qualquer outro quadro de transtorno mental, o paciente precisa de acolhimento. Por isso, temos profissionais preparados em todas as unidades de saúde para receber esse paciente e dar ele o acompanhamento necessário para que o prazer pela vida seja reativado nele", orienta.

Anuncio

Grupo de notícia Política



Video publicitário

VIDEOS